Diácono Caio : "A minha vida é a manisfestação da misericórdia !"

Grande testemunho de um amigo e irmão em Cristo: Diácono Caio César (Igreja Católica Sirian Ortodoxa no Brasil) na Paróquia Santa Terezinha do Menino Jesus em Aparecida de Goiânia /Go. Assistam!!!

É na Cruz de Cristo que o fiel encontra o Amor! (Diácono Caio)

Anúncios

"Se você pensa que pode ou se pensa que não pode, de qualquer forma você está certo" (Henry Ford).

“Se você pensa que pode ou se pensa que não pode, de qualquer forma você está certo” (Henry Ford). Vamos Refletir tal frase?    *:* Se você pensa que não pode, você está certo porque o fato de você pensar que não pode concretizar algo o impedirá de alcançá-lo. Ou seja, você será desestimulado pela sua própria crença. Logo: sua liberdade, tomada de decisão, será o Azimute, ou seja, a Direção que você percorrerá na vida, seja ela boa ou ruim!    Por: Wander Venerio

Simplicidade de Jesus

É o mesmo sermão do padre, hoje apelidado de homília … Jesus e o leproso. Curou-o e mandou que ele se apresentasse ao sacerdote para ser incluído na cidade no meio das gentes. E o padre diz: certamente Jesus o abraçou, porque Ele era muito carinhoso com os doentes. Chico de Assis, o Xavier, a Calcutá e milhões de mulheres e homens simples teriam feito o mesmo gesto. Não é uma lindura do ser humano, ser amável, ser cordial? Então porque aceitamos a pregação de uma certa mídia (Tv, jornal …) que informa e publica só sobre a bandidagem, criminalidade no planeta? Se nós lutarmos por uma escola mais ligada às comunidades, por uma professora e professor melhor cuidamos por nós, se nos debates sobre a família nós incluíssemos o próximo e a próxima e não ficássemos só na família de sangue, se lutássemos pelo diálogo em todos os seguimentos da cidade e do campo, dos bairros, das vilas – a cordialidade, o carinho e o bem-viver viriam mais rápido para todos nós. É hora de cada um de nós se por a pensar: Jesus faça de mim, homem ou mulher, uma pessoa melhor amanhã, amém. Assim seja.
Por: Geraldo Faria Campos (Professor aposentado da UFG /GO)

Não desista nunca!

“Não desanime de você, ainda que a colheita de hoje não seja muito feliz. Não coloque um ponto final nas suas esperanças. Ainda há muito o que fazer, ainda há muito o que plantar, e o que amar nessa vida. Ao invés de ficar parado no que você fez de errado, olhe para frente, e veja o que ainda pode ser feito… A vida ainda não terminou. E já dizia o poeta “que os sonhos não envelhecem… Vai em frente. Sorriso no rosto e firmeza nas decisões”.
                               Por: Padre Fábio de Melo.

Amigos espalhe essa idéia no Facebook!

EU NÃO RESPEITO A VAGA DO DEFICIENTE”

Uma cadeira de rodas sobre a qual foi borrado um X em vermelho. Acima dela, a frase “EU NÃO RESPEITO A VAGA DO DEFICIENTE”. O fundo é branco e o adesivo redondo. Criado pelo artista gráfico Ivan de Sá a partir de uma ideia (e por encomenda) do jornalista Ruy Fernando Barboza (editor de texto da revista Retrato do Brasil), tem sido afixado em carros em Florianópolis, mas Ruy pretende que a ideia se espalhe, numa campanha de objetivos educativos. Ruy, deficiente físico desde 2002, quando foi atingido no Rio de Janeiro por uma bala de fuzil, se diz “cansado de discutir com os que desrespeitam as vagas dos deficientes fisicos”. Resolveu então começar sua campanha educativa: encomendou o adesivo e o cola em parabrisas de carros dirigidos por motoristas sem a menor sombra de deficiência que ocupam as vagas. “Até agora, o resultado foi melhor do que eu imaginava”, conta ele. “Houve até quem me pedisse desculpas pelo abuso. Além disso, outro dia, no aeroporto, um soldado da PM multou um carro, ao ver um casal, sem qualquer problema físico, pegar o carro infrator que eu tinha carimbado. Foi a primeira vez que vi isso acontecer em Floripa”. Se você quiser aderir a essa campanha proposta por Ruy pegue a imagem e faça também seu adesivo!  

4 MENTIRAS DA NOVA ERA

Segundo Dom Berzosa no 2º Congresso Internacional Teresiano existe “quatro mentiras ou tentações” espirituais da Nova Era, já mencionadas em Gênesis 3, 1-5, e cuja autoria seria do tentador: “sereis como deuses” (panteísmo), “não morrereis jamais” (reencarnação), ‘conhecereis o bem e o mal” (relativismo e subjetivismo moral) e “seus olhos se abrirão” (esoterismo iluminista). “A fé cristã não é uma iniciação esotérica nem um caminho de iluminação da consciência – explicou. E a salvação não consiste  ….

em uma experiência de plenitude cósmica através de um processo de reencarnação.” Também destacou o grande alcance dessa espiritualidade e estilo de vida, chegando a afirmar que a Nova Era é como “a alma ou espírito da globalização econômica neoliberal”.
“Se, há algumas décadas (I1960-1970), se falava de transformação social, compromisso social, mudança de estruturas (marxismo), hoje se fala de consciência superior, de boas vibrações, de qualidade de vida, de harmonia profunda, de meditação transcendental, de energia, de agir no planetário, de nova ordem mundial e globalização”, disse.
Com relação ao perfil de pessoas mais influenciadas por este novo paradigma, destacou: “Ele se arraiga entre as pessoas do primeiro mundo, de classe média-alta, entre 25-50 anos – que têm o estômago cheio, mas a cabeça e o coração vazios e que são os grandes ausentes das nossas comunidades cristãs”.
No entanto, Dom Berzosa afirmou que “a moda da Nova Era se esfumará, mas as perguntas levantadas por ela permanecerão (…), perguntas que o cristianismo soube e saberá responder a partir do mistério profundo e integral de Jesus Cristo”.
Fonte: Zenit

Papa propõe levar Evangelho na mala

Bento XVI deu neste domingo alguns conselhos para quem terá neste meio de ano um período de férias, convidando em particular a levar o Evangelho na mala. Antes de se despedir dos mais de 10 mil peregrinos congregados na Praça de São Pedro, no Vaticano, para rezar a oração mariana do Angelus, falando em francês, o Santo Padre quis partilhar uma breve reflexão sobre o período de descanso estival que agora acontece no hemisfério norte. Ao sair em férias – explicou – “não se trata de simplesmente sair para encontrar descanso, trata-se de viver de uma maneira nova nossas relações com nossos próximos, com …..

Deus, tomando o tempo que isso requer”.  Nas palavras de Jesus “vinde a mim todos vós que estais cansados”, o bispo de Roma vê um convite a “confiar n’Ele”, uma mensagem de “descanso e serenidade” para as férias. “A fé em sua presença nos oferece a serenidade de quem se sabe sempre amado pelo Pai”, disse. Por isso, deixou este conselho: “deixemos amplo espaço à leitura da Palavra de Deus, em particular do Evangelho, que vocês não deixarão de levar em suas malas nessas férias!”. Falando em inglês, o Papa assegurou suas orações para que as vocações sejam um momento “de regeneração para o corpo e o espírito e uma oportunidade para descansar no Senhor”.
 
Fonte: ZENIT