Natuleza de la gracia **** A natureza da graça

 1.° Necesidad de un vinculo.—He visto en la primera parte cómo debo adherirme a Dios únicamente, cómo mi vida debe identificarse con su vida, cómo mi ser debe estar unido a su ser: no puedo contraer unión sino con Él ; cualquiera otra unión debe romperse. De la misma manera, en la segunda parte, he visto cómo mi acción debe estar unida a la acción de Dios, mi trabajo a su trabajo, mi marcha a su marcha. — ¿Por qué medio puede realizarse una unión tan íntima? — Porque El es infinito, y yo soy finito, y no hay proporción alguna entre lo finito y lo infinito. Es necesario, por consiguiente, un término medio que participe a la vez de lo finito y de lo infinito, que toque a la vez al hombre y a Dios; es necesario un lazo misterioso, incomprensible, que descienda de Dios, toque al hombre y le eleve hasta Dios. Este medio, Dios lo ha criado y se llama la gracia.

Fonte:  Libro La Vida Interior (Joseph Tissot).

 ……………………………………………… * * * ………………………………………………

 1.° Necessidade do vínculo – Vimos na primeira parte como devo aderir a Deus unicamente, como minha vida deve identificar com sua vida, como eu devo estar unido ao seu ser: não podendo contrair união sem ele; qualquer outra união deve romper-se. Da mesma maneira, a segunda parte, vimos como a minha ação deve está unida à ação de Deus, meu trabalho ao seu trabalho, minha caminhada à sua caminhada. – Por qual meio posso realizar uma união tão intima? – Por que Ele é infinito, e eu sou finito, e não há proporção alguma entre o infinito e o finito. É necessário, por conseguinte um meio termo que participe do infinito e finito, que toque cada vez o homem e Deus, é necessário um laço misterioso, incompreensível, que desprenda de Deus, toque o homem e o eleve até Deus. Este meio, Deus já criou e se chama graça.

Tradução: Wander V. Cardoso de Freitas.

Anúncios

Carnaval Diferente em Goiânia -19º Rebanhão da Renovação Carismática Católica 2011

Entre os dias 05 e 08 de março, a Renovação Carismática Católica (RCC) da Arquidiocese de Goiânia promove o 19º Rebanhão, que terá como tema: “Por causa da Tua palavra, lançarei as redes” (Lc 5, 5).
O Rebanhão é um evento tradicional da RCC, que reúne um público estimado de 7 mil católicos a cada ano que se reúnem para passar um Carnaval diferente, com muita   ******

 oração, pregações, músicas e celebrações religiosas. O evento acontece sob a coordenação do Conselho Arquidiocesano da Renovação Carismática Católica, atualmente presidido por Vicente Machado.
O Rebanhão acontecerá em 4 locais: Aparecida de Goiânia, no Rodeio Show; Senador Canedo, na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora; Inhumas, no Ginásio Firmo Luiz e em Goiânia, na Associação Servos de Deus. (Confira os locais, datas e horários do evento clicando em Leia Mais).
Em Inhumas, na segunda-feira dia 7, dentro da programação do Encontrão acontecerá o Rebainho, que é voltado para as crianças.   
SERVIÇO

Município: Aparecida de Goiânia
Local: Centro de Cultura e Convenções José Barroso (Rodeio Show)
Endereço: Rua Gervásio Pinheiro, Área Pública, Residencial Village Garavelo 1
Contato: 9137-9755 (Neilton)
Município: Goiânia
Local: Associação Servos de Deus
Endereço: Rua Santa Gertrudes, nº 381 – Setor Coimbra
Contato: 4013-7100
Município: Inhumas
Local: Ginásio Firmo Luiz
Endereço: Av. Wilson Quirino de Andrade s/n – Próximo a Prefeitura Municipal
Contato: 8439-6629 (Fátima) ou 8484-6541 (Mª Aparecida)
Município: Senador Canedo/GO
Local: Paróquia Nª. Srª. Auxiliadora
Endereço: Praça da Matriz, s/n – Setor Central
Contato: 8463-1456 (João Neto)
Datas: dias 05,06, 07 e 08 de março
Horário: das 7h30h às 22h
Entrada: franca
Mais informações no Escritório Arquidiocesano da Renovação Carismática Católica da Arquidiocese de Goiânia, também pelo telefone: (62) 4013-7116 ou pelo e-mail: rccgoiania@hotmail.com Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo. 

Download pregação católica

Pregação: Curados para adorar
Deus quer realizar uma obra de cura, para nós podemos experimentar o toque de Jesus. E assim aprendermos que é n’Ele que temos que buscar a nossa cura, a cura dos nossos. É somente n’Ele que precisamos buscar a solução de nossos problemas. A palavra de Deus cura. O mesmo Jesus que está na Eucaristia, está na Palavra, o mesmo Jesus que cura na Eucaristia, cura na Palavra. O Senhor quer que sejamos curados para adorar, e ao mesmo tempo adorar para sermos curados. Qual é o seu impossível ? É com você, por alguém que está pedindo? Coloque agora o seu impossível diante do Senhor. Toque Jesus pela fé, e deixe Ele tocar você, pois o toque de Jesus cura. 

La misericordia Dios ***** A misericórdia de Deus

 La misericordia.- Pero Dios no tiene una mano solamente. Todos los caminos de Dios son misericordia y verdad (Salmo 24, l0)[453]. Si tiene la mano rigurosa de su justicia, que es inflexible en sus castigos, tiene también la mano suave de la misericordia, que es soberanamente blanda en sus atenciones; si la justicia tiene por misión reparar el orden esencial de la gloria divina, a la misericordia corresponde a su vez reparar el alma misma; su función es levantar lo que está caído, rehacer lo que ha sido destruido, devolver lo que se había perdido. Dios ha querido hacer misericordia al hombre cuando sólo hizo justicia al ángel; no reparó los ángeles que cayeron y ha reparado los hombres que pecaron; y para esta restauración la misericordia tiene secretos que cautivan, delicadezas que solicitan, invenciones de bondad infinitamente adorables. Si nada engaña a la justicia, nada cansa a la misericordia; ésta es tan tenaz y constante en su benevolencia como aquélla lo es en su exactitud.
Fonte:  Libro La Vida Interior (Joseph Tissot).
………………………………………………………………. * * * * ………………………………………………………………. 
 A misericórdia – Deus não tem somente uma mão. Todos os caminhos de Deus são misericórdia e verdade (Sl 24). Se você tiver a mão rigorosa da justiça, que é inflexível em seus castigos, terá também caminhos suaves de misericórdia que é soberanamente brando em sua atenção; Sim a justiça tem por missão reparar a ordem essencial da glória divina, a misericórdia por sua vez corresponde a recuperação de sua alma; sua função é levantar o que está caído, reabilitar o que está destruído, devolver o que foi perdido. Deus tem misericórdia para com o homem. Não reparou os anjos caídos mas reparou os homens que pecaram; E para esta restauração a misericórdia tem segredos que cativam, delicadezas que cuidam, invenções de bondade infinitamente adoráveis. Sim, nada engana a justiça, nada cansa a misericórdia, está firme e constante em sua benevolência como àquela em sua exatidão.
Tradução: Wander Venerio C. de Freitas.

¡Atrás, Satanás! *** Para trás Satanás!

¡Atrás, Satanás!—El Evangelio me presenta un ejemplo verdaderamente sorprendente de este dominio de lo humano sobre lo divino sin que haya ofensa formal a Dios. Es en aquel pasaje en el que San Pedro es tratado de Satanás por su divino Maestro. Nuestro Señor anunciaba a sus Apóstoles los tormentos de su Pasión; Pedro, cogiéndolo aparte, se puso a hacerle advertencias diciendo: “¡Ah, Señor! Lejos eso de ti; no será esto contigo.” Y Jesús, volviéndose, dijo a Pedro: “¡Atrás, Satanás!, estorbo me eres, por que no entiendes las cosas que son de Dios, sino las de los hombres.” (Mat. 16, 22).
Fonte: La Vida Interior (Joseph Tissot).
*************************************** / / / ***************************************
 Para trás Satanás! O Evangelho apresenta um exemplo verdadeiramente surpreendente do domínio humano sobre o divino sem que haja ofensa formal a Deus. A passagem é aquela em que São Pedro é chamado pelo seu Divino Mestre de Satanás. Nosso Senhor anunciava a seus Apostólos os tormentos de sua paixão; Pedro; levando-ó à parte, pós-se a fazer advertências dizendo: Ah Senhor! longe isso de ti; Não acontecerá isto contigo. E Jesus voltando-se para Pedro disse: Para trás, Satanás! estorvo me és, por que não entendes as coisas que são de Deus, senão as coisas dos homens (Mt 16,22).
Tradução: Wander Venerio C. de Freitas.

Adoremos o Santíssimo Corpo de Cristo

«Adorar o Corpo de Cristo»
Homilias sobre a 1ª carta aos Coríntios / São João Crisóstomo
 Mas para que falar do futuro? Já neste mundo, o sacramento transforma a terra em céu.
Cristo, para nos levar a amá-lo mais, deu-nos a sua carne como alimento. Vamos, pois, até ele com muito amor e devoção… Este corpo é o que os magos adoraram quando estava deitado numa manjedoura. Esses pagãos, esses estrangeiros deixaram a sua pátria e a sua casa, empreenderam uma longa viagem para o adorarem com temor e tremor. Imitemos ao menos esses estrangeiros, nós que somos cidadãos dos céus…
Vós mesmos já não o vedes numa manjedoura, mas sobre o altar. Já não vedes uma mulher que o segura nos braços, mas o sacerdote que o oferece e o Espírito Santo que, com toda a sua generosidade, paira por cima das oferendas. Não só vedes o mesmo corpo que viram os magos mas, além disso, conheceis o seu poder e a sua sabedoria, e não ignorais nada do que ele realizou, após toda a iniciação aos mistérios que vos foi minuciosamente facultada. Acordemos, pois, e despertemos em nós o temor de Deus. Mostremos muito mais piedade para com o Corpo de Cristo do que aqueles estrangeiros manifestaram…
Esta mesa fortalece a nossa alma, congrega o nosso pensamento, suporta a nossa confiança; ela é a nossa esperança, a nossa salvação, a nossa luz, a nossa vida. Se deixarmos a terra munidos com este sacramento, entraremos mais confiantes nos átrios sagrados… Mas para que falar do futuro? Já neste mundo, o sacramento transforma a terra em céu. Abri, pois, as portas do céu…, vereis então o que vos acabo de dizer. O que há de mais precioso no céu, vo-lo mostrarei sobre a terra. O que vos mostro não são anjos, nem arcanjos, nem os céus dos céus, mais aquele que é o Senhor deles todos.

As dúvidas durante o namoro

É preciso perguntar: este namoro nos ajuda a crescer?
Namoros complicados que se prolongam por muitos anos sem uma definição, havendo, às vezes, várias separações e voltas, sem que o relacionamento amadureça e chegue ao casamento. Então, é preciso examinar bem as razões pelas quais esses casais de namorados já se separaram tantas vezes. Os problemas que geraram as separações foram resolvidos ou será que ambos “taparam o sol com a peneira”? Se os motivos das separações foram importantes e eles souberam resolver em cada caso os problemas em suas raízes, e isso serviu até para uni-los mais, tudo bem, o namoro deve continuar. Mas, se os problemas são os mesmos, se repetem, e eles não conseguem resolvê-los, então é   *      * * * ** * ***

preciso pedir a ajuda de alguém que os oriente, no sentido de se tomarem uma decisão.
Não se pode ficar no namoro como um carro atolado no mesmo lugar; o carro pode até atolar, mas deve sair e continuar a viagem. Faço uma pergunta aos dois: este namoro os ajuda a crescer? Cada um de vocês sente falta da presença do outro? Toda crise, qualquer que seja, enfrentada com coragem, lucidez, trabalho e uma boa orientação, pode gerar crescimento para a pessoa e para o casal. Uma crise de relacionamento pode até ser um aprendizado para uma futura vida de casados, quando essas crises acontecem e com mais frequência.
O mais importante, repito, é não “tapar o sol com a peneira”; isto é, fingir que resolveram os problemas e irem empurrando o namoro com a barriga até o casamento. Quando um casal briga muito nesse período [namoro], pode estar certo de que vai brigar mais ainda depois de casados. Vale a pena isso? Então, se o relacionamento não vai bem e não melhora, então, é melhor terminá-lo. O namoro é para isso mesmo, para verificar se a outra pessoa é adequada para viver comigo para sempre, constituir família e ter filhos. Não caiam jamais no erro do “me engana que eu gosto”; que é a mesma coisa do avestruz que enfia a cabeça na areia para não ver a tempestade à frente; enfrente a tempestade ou então fuja dela.
Nenhum casal de namorados deve partir para o casamento com dúvidas sérias sobre o outro; há muitos casos de separações de casados por causa disso. Há problemas graves que podem ser resolvidos com um bom diálogo, compreensão de ambas as partes, oração, orientação, paciência, entre outros. Mas não se pode acomodar com um problema; o rato morto não pode ficar no porão da casa porque vai fermentar e exalar mau odor.
É preciso aprender a dialogar; tentar entender as razões do outro, saber se calar e esperar o outro falar tudo o que tem para falar. Um segredo que evita muitas brigas no namoro é saber combinar as coisas. Muitos brigam porque não combinam as coisas a fazer. Por exemplo, quando ir à casa de cada um, quando fazer um programa ou outro. Tudo deve ser combinado antes, com antecedência, para que as surpresas da vida não os leve a brigar. O povo diz, e com muita razão, que “o combinado não é caro”. Então, se as coisas são combinadas antes, muitas brigas podem ser evitadas, isso vale inclusive para o noivado e casamento.
Se você tem consciência de que errou e machucou o outro, então a primeira coisa a fazer é pedir perdão e prometer-lhe que não fará mais isso. Esse ato de humildade fortalece o relacionamento e o torna mais humano. Mas mesmo assim, você terá de reconquistar a confiança que talvez tenha sido abalada quando você errou e magoou o outro.
Algumas vezes há coisas mal-entendidas no relacionamento. É preciso esclarecer isso muito bem; não deixe que a fofoca destrua o namoro; coloquem as coisas às claras, com sinceridade e honestidade. A humildade é a fortaleza dos que amam; aquele que tem maior amor deve dar o primeiro passo, vencer o orgulho e ir ao encontro do outro.
Reze e peça a Deus a graça de poder falar com clareza e sabedoria o que precisa ser dito. Consagre seu namoro a Deus e peça a Ele que os conduza.